A autonomia é essencial em tudo na vida. Quando era mais jovem, sentia muita insegurança e a idade foi me trazendo mais confiança, por isso, senti de vir compartilhar com vocês: não trate seu cristal como uma muleta. Você não “precisa” dele pra sair de casa, fazer seu trabalho, render, entregar suas tarefas, ser mais compassivo e calmo com os outros. O cristal é uma ferramenta. Um meio de fazer. Uma emanação de energia. Um instrumento fabuloso que ganhamos de presente da natureza.

Mas nós somos a irradiação desta perfeição. A gente não “precisa”. A gente é. E a gente está. Nos distraímos no dia-a-dia e esquecemos disso, da nossa essência, do que viemos fazer aqui nessa existência tão preciosa. O cristal é uma bela metáfora pra nós mesmos: puro, cristalino e, quando entra em contato com a Luz, reflete-a em mil arco-íris coloridos. Quando um cristal está cercado de terra e lodo, não vemos suas qualidades. Como quando nossa mente confusa reage de forma instintiva à algo. Nos desconectamos e temos a ilusão de separação, de que o cristal é algo separado da gente, dual.

Você É o cristal. Nunca esqueça disso. E é a sua conexão, sua intenção, seu amor que vai mudar esse mundo. O cristal ajuda, com certeza. Mas quem precisa fazer esse trabalho é você.